Planejamento em Equipe #1

Fala ai, Battlelheiros de plantão. \o

Hoje viemos aqui trazer mais uma nova Coluna para agitar o Circuito Carioca, dessa vez, a Coluna: Planejamento em Equipe.

Foto1

O intuito dessa coluna é dividir com os jogadores novas estratégias, ideias de decks alternativos, combos e auxílio para as pessoas que querem montar uma nova dinâmica de deck e não conseguem imaginar algo legal e jogável.

Nessa coluna, procuramos ideias de jogadores para “ampliar a jogabilidade do deck”, com o intuito de “torna-lo competitivo em torneios” e gostaríamos que se você (é, você mesmo, que está lendo agora. Rs) tenha alguma ideia do que possamos melhorar nesse deck e que gostaria de compartilhar conosco, compartilhe comentando nesse post (aqui no site ou nos grupos do Facebook mesmo). A sua opinião SEMPRE será bem-vinda. 🙂

Em cada edição dessa coluna, iremos publicar uma decklist alternativa com uma “base” de um deck específico onde os jogadores oferecem uma ideia de deck para que possamos postá-lo. Hoje, iremos começar com uma ideia do deck de Sentinelas, atendendo ao pedido do nosso amigo Matheus Ribeiro.

PS: devido à coleção Ascenção e Queda estar próxima do lançamento, optamos por fazer decks atualizados com a coleção, para que novas estratégias sejam elaboradas “abrindo um leque de opções”.

Foto2

Um pouquinho de História:

“Os Sentinelas já foram utilizados por vários grupos para tentar destruir os X-Mens, entre eles o Governo norte-americano e o de Genosha. Em duas situações, mutantes usaram Sentinelas contra outros mutantes: O viajante do tempo Trevor Fitzroy os usou para enfrentar os X-Men, e Onslaught para controlar a cidade de Nova York. Caracterizados como robôs gigantes, os Sentinelas tem a capacidade de se adaptar aos poderes de seus alvos. O maior dano já causado à população mutante por esses robôs, foi engendrado por Cassandra Nova, que utilizou dois Sentinelas gigantes para eliminar milhões de mutantes em Genosha.”

Fonte: http://www.guiadosquadrinhos.com/personagem/sentinelas/10294

Foto3

Informações sobre o deck:

Até o momento, contando com o booster atualmente informado (Ascenção e Queda), possuem somente 5 personagens com a afiliação Sentinela (Nimrod, Sentinela MK II, Sentinela MK IV, Sentinela Ômega e Supra-Sentinela), 1 personagem EV (Supra-Sentinela), 2 Cenários específicos (Nano-Sentinelas e Programação Defeituosa), 1 Suporte específico (Posto de Monitoramento) e 1 Habilidade específica (N/A – Capturar Mutante), totalizando 9 cartas.

Características:

– Sintonia de poderes em comum (todos os Sentinelas possuem Ataque Energético, Super Força e Vôo, com exceção do Supra-Sentinela).

– Possuem “Pelotão” em seu texto fixo (pode haver qualquer número de personagens com o alter ego Sentinela ; diferente de Ultrons, que pode haver qualquer número de personagens com o alter ego Ultrons sendo de diferentes nomes).

– Foco de textos e ações em X-Mens e Irmandade de Mutantes (seus textos e ações são combinações que afetam mais as afiliações informadas).

– Sem alinhamento (não são heróis ou vilões, possuem N/A como alinhamento).

– Possuem energia entre 5 e 7 (com exceção do Supra-Sentinela).

– Possuem escudo entre 2 e 3 (com exceção do Supra-Sentinela).

– Todas as ações dos personagens são de custo 1 de capacitação (com exceção do Nimrod).

– Possui somente 1 personagem que a sua ação é de antecipação (Nimrod).

– Nenhum dos personagens possui ação imprevista.

Decklist:

Foto4

Planejamento Estratégico:

Foto5

Nessa decklist, o intuito foi tentar “misturara essência dos Sentinelas com a “ideiado deck de Shuma-Gorath, tentando explorar o máximo possível de Alto Evolucionário com Mystério e colocar o Nimrod em cena com Titã Descontrolado.

Partindo dessa ideia, mesclamos um pouco de Telecinese, dando opções de Cassandra, Capitão Universo e Guardião, que são excelentes cartas presentes em muitos decks atualmente e acrescentamos um pouco de habilidades para que eles se tornem “um pouco mais agressivos”.

Optamos por utilizar os cenários Desfechos Paralelos e Experiência Acumulada para permitir mais velocidade de entrada no jogo, assim como Titã Descontrolado.

Por que utilizar 1 Investigação Aérea e 1 Investigação Paranormal? ”, devido os personagens foco (Sentinela) terem muita energia, a Investigação Paranormal seria mais uma opção de geração de recursos. A Investigação Aérea seria mais uma opção caso esteja “faltando aquela carta que não pode ir para os recursos”.

Por que colocar Capitão Universo no deck e não colocar Supra-Sentinela?”, por possuírem semelhança na condição de entrar em cena (Supra-Sentinela só pode entrar em cena evoluindo de personagens N/A e Capitão Universo em personagens que não seja vilão), o Capitão Universo se destacou por entrar em cena também evoluindo do Guardião, possuir ação e texto que de certa forma podem “alterar o rumo da partida” e por ter mais energia e escudo comparado ao do Supra-Sentinela.

Por que não colocar Concentrar Poder no deck?”, acreditamos que o Concentrar Poder seria ofensivo no deck sim, porém não teria muita ofensividade no deck colocando ele somente para usar ações de ataque energético para causar 2 de dano (ação do Concentrar Poder e do Carga Total), sendo somente ofensivo causando 1 de dano penetrante (ou 2 se o dano for em X-Mens ou Irmandade) com a ação Eliminar Ameaça, do Sentinela MK II, e como esse deck está “mais para controle que ofensivo”, a entrada do Concentrar Poder ficaria melhor modificando algumas coisas do deck.

Sugestões de combinações:

Homem de Ferro: como o deck de Sentinelas tem muitas habilidades em comum com as versões do Homem de Ferro (Ataque Energético, Super Força e Vôo), seria uma excelente opção mesclar o deck com eles. Como o Tony Stark e as versões do Homem de Ferro também possuem Genialidade abre um espaço para “aceleração do deck” com Descobertas Infindáveis e Tecnoassalto, Super Computador e possivelmente Experimentos Sabotados.

Ímpeto: esse tipo de deck é um deck que depende muito das cartas nos recursos e como o deck de Sentinelas não possui personagens que “se garantem sozinhos em campo” (não tem algum texto fixo bom ou ação de antecipação que “atrapalhe” o oponente), esse é um tipo de combinação que vai depender muito das cartas que estiverem no deck, mas que se o ímpeto funcionar pode causar sérios problemas para o oponente. Por possuírem ataque energético, a melhor utilização de ímpeto no deck é Concentrar Poder seguido de Raio de Força ou Energias Ocultas (para os jogadores que gostam de Genocídio, preferem utilizar Onda de Choque), mas a utilização de Colisão Devastadora também é uma boa opção.

Então é isso galera, chegamos ao fim dessa nossa primeira aparição da Coluna Planejamento em Equipe. Espero que vocês tenham curtido a ideia e que possamos compartilhar diversas combinações, jogadas, estratégias e auxiliar outros jogadores com as ideias aqui postadas.

Contamos com as sugestões e ideias de todos vocês! 😉

Até a próxima! \o

Contato:

https://www.facebook.com/rood.belato

Anúncios

Um comentário em “Planejamento em Equipe #1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s