Rotação Battle Scenes – Habilidades Parte 3

Fala ae pessoal chegando a parte 3 do nosso artigo sobre rotação do Battle Scenes. pra quem não viu aqui esta a Parte 1 e a Parte 2. Agora vamos lá para o fim da nossa trilogia.

Imagem

 

Telepatia: Como maior perda temos a Adaga Psíquica, carta que participava de muito decks. Nas o Poder ganha uma Excelente carta o Chamado do Telepata, vai ser uma carta mais do que presente em decks de controle.

Ganha: Broca Mental, Chamado do Telepata, União Mental

Perde: Adaga Psíquica, Choque Cerebral, Conversas Telepáticas, Desunir, Domínio, Ilusão Mental, Impulso Psíquico, Instigar Fúria, Reanimar, Sussurros na Mente.

Vôo: As duas cartas de Voo que chegarão com a coleção Confronto Aracnídeo serão excelente cartas que estarão em qualquer deck que tenha uma boa quantidade de personagens com Voo.

Ganha: Facção Exploradora, Viagens Longínquas.

Perde: Ascendência, Batedor Alado, Exploração Aérea, Impulso Supersonico, Incursão Estonteante, Ofensiva Aérea, Transporte Aéreo.

Poder Cósmico: Vamos fazer um minuto de silêncio para este poder. Poder Cósmico perde muitas cartas (15 no total) é o poder com maior perda e com perdas muito importantes como Toque de Antimatéria e Refração Cósmica. Esperamos que em uma próxima coleção tenha algumas reposições a altura.

Ganha: Matéria em energia, Onda de Neutrinos.

Perde: Absorver Conhecimento, Assimilação Quântica, Calor estelar, Emular Poder, Estrela Cadente, Manipular Vontade, Maquinações no Éter, Obliterar, Plenitude, Prancha do Surfista, Prisão Extradimensional, Rajada de Taquions, Refração Cósmica, Rompante do Absoluto, Toque de Antimatéria.

 

N/A: A Joia da Mente será importante pois o número de personagens com a mecânica de entrar em cena de forma surpresa é bem grande a Joia possibilita um turno um pouco mais seguro para o seu controlador. A Joia do Tempo é uma perda muito grande para o jogo. Decks com ímpeto ganharão força pós rotação.

Ganha: Jóia do Infinito – Mente.

1.png

Perde: Capturar Mutante, Jóia do Infinito – Tempo, Partículas PYM, Pé-de-Cabra Encantado.

 

É isso pessoal espero que tenham gostado desses Artigos. Sugestões e criticas são sempre bem vindas.

https://www.facebook.com/Rodriigo15

https://www.facebook.com/jonathan.paulino.545

Muito Obrigado pessoal e fiquem ligados aqui no blog.

Anúncios

Rotação Battle Scenes – Habilidades Parte 2

Fala pessoal continuando aqui nosso artigo sobre a rotação das habilidades do BS. Pra quem não viu aqui está a Parte 1 .

Imagem

Laminas: O poder não perde mas também não ganha muito. Como perdas um pouco mais relevante temos Agressão Xenófoba e Tática Cortante.

Ganha: Adagas Sai, Esfaqueamento.

Perde: Agressão Xenófoba, Dança de Lâminas, Implantes de Adamantium, Impulso Selvagem, Lacerar, Lâminas Coletadas, Rasgar, Sabre, Tática Cortante, Violência.

Magia: Magia perde uma grande fonte de Dano com a queda do Ventos de Watoomb era de longe a carta mais agressiva do poder e na questão de controle com o Tomo de Kamar-Taj o poder ganha muito controle por essa habilidade ser item Magico mas não ser item único.

Ganha: Correntes de Krakkan e Tomo de Kamar-Taj

Perde: Chamas de Faltine, Encanto de Poder, Ensinamento Místico, Enviar Para o Futuro, Força Eterea, Impulso Arcano, Sombras Ilusórias, Transcendência, Tríade Arcana, Ventos de Watoomb.

Regeneração: Regeneração ganha 2 excelentes cartas Bombardeiro Sináptico é uma super rara mais do que merecida.

Ganha: Metástase Curativa, Bombardeio Sináptico.

Perde: Fator de Cura, Genética Superior, Impulso Paliativo, Metabolismo Defensivo, Multiplicação de DNA, Posso Comer Isso?, Renovação.

Super Força: A maior mudança nesse poder se dá pela grande perda do Ignorar Fracotes que era uma carta muito frequente em deck do meta game.

Ganha: Força do Gigante, Demolição Esmagadora.

Perde: Atropelamento, Brutalidade, Energias Místicas, Ignorar Fracotes, Pancada Avassaladora, Rocha, Rompante de Brutalidade, Super Soco V2, Surrar, Tremor.

Telecinesie: Telecinesia ganha 3 ótimas cartas, mas o Limiar Metafísico aparecerá em muitos decks de controle do meta. A sua forma de tutorar personagens quase que de graça é bem forte.

Ganha: Desintegrar, Insanidade Corrosiva, Limiar Metafísico

Perde: Aceleração Atômica, Alteração Subatômica, Assombro, Erosão Psiônica, Evolução Entrópica, Impulso Sobrenatural, Mente sobre Matéria, Transformar em Cinzas, Vendaval do Infortúnio.

 

É isso pessoal essa foi a segunda parte do Artigo. Amanhã teremos a parte 3 falará sobre Telepatia, Voo, Poder Cósmico e N/A. Sugestões e criticas são sempre bem vindas.

https://www.facebook.com/Rodriigo15

https://www.facebook.com/jonathan.paulino.545

Muito Obrigado pessoal e fiquem ligados aqui no blog.

Rotação Battle Scenes – Habilidades Parte 1

Fala ae pessoal hoje trazendo um artigo falando um pouco sobre o futuro do BS com a rotação que chegará. O Artigo de hoje foi feito com a ajuda do Paulino (O inventor do Combo do Gilgamesh).

1

Após a apresentação dos spoilers da nova coleção de BS, podemos saber o que cada um dos poderes irá ganhar com a nova edição e também já podemos saber o que eles irão perder após a rotação, onde as coleções Múltiplas Identidades, Invasão Cósmica, Iniciativa Vingadores e Ofensiva Surpresa irão ser rotacionada.

Ainda pode ser um pouco cedo para pensar em como as coisas vão ficar depois do dia 1 de janeiro, mas ter uma noção do que irá acontecer com o metagame antecipadamente sempre é uma boa ventagem.

Imagem.png

Mas o que não ganhou reprint depois de OS? Para o que você precisará a pensar em substitutos para o seu deck após a rotação? Para dar uma mãozinha pra você sobre estas questões, nós fizemos uma compilação de cada uma das habilidades do jogo que irá cair no ano que vem.

 

Agilidade: Não perde nenhuma carta que tenha impacto no meta do jogo e a carta Amigão da Vizinhança chega como uma ótima adição, principalmente para o deck de Aliados do Homem-Aranha.

Ganha: Amigão da vizinhança, Tática Desarmada.

 

Perde: Assalto sincronizado, Bastão, Celeridade, Em Meio ao Caos, Impulso Hábil, Movimento Ágil, Porrete, Surgir das Sombras.

 

 

 

Ataque a Distância: Como mais importantes perdidas temos Alvejar Comparsas e Mjolnir. O Mjolnir talvez seja reprintado na próxima coleção ou até mesmo apareça um V2. ). O poder ganha uma carta sensacional em minha opinião (Fuzil de Guerra) e ainda uma carta que coloca muito gás no deck de Sexteto Sinistro (Bugiganga Explosiva)

Ganha: Bugiganga Explosiva, Fuzil de Guerra, Tática Armada.

 

Perde: Alvejar Comparsas, Arma com Silenciador, Belicosidade, Bomba Quimica, Impulso Violento, Lança-Míssil, Metralhadora, Mjolnir, Saque Rápido, Submetralhadora, Trocar de Arma.

 

 

 

Ataque Energético: Como maior perda nesse poder podemos considerar a Chuva de Raios e tanto Chocar como Chuva de Faíscas poderá ver muito jogo.

Ganha: Chocar, Chuva de Faíscas.

 

Perde: Chuva de Raios, Emissão Térmica, Energia Acumulada, Focalizar Alvo, Impulso Energético, Poder Tribal, Potência, Pulsos Destruidores, Raio de Força, Rompante de Poder.

 

 

 

Elasticidade: O Poder perde excelentes cartas como Sufocamento e Atrasar por exemplo. Mas a carta Ponto Cego será um ganho absurdo, será uma das principais habilidades do formato.

Ganha: Facção Ardilosa, Ponto Cego.

 

Perde: Amarrar, Atrasar, Bombardeio Elástico, Excentricidade, Fechar o Cerco, Impulso Expansivo, Prensa Pênsil, Sufocamento, Tentáculos Alados.

 

 

 

Genialidade: Não há duvida alguma que a maior perda de Genialidade é o Planos de Infiltração. Com a queda do planos personagens com Lâminas muito usados hoje em dia perderão espaço no meta.

Ganha: Persuasão, Negociata.

 

Perde: Explorar Possibilidades, Explosões no Laboratório, Impulso Intelectual, Invenção, Planejamento em Equipe, Planos de Infiltração, Roubo de Ideias, Talento em Negócios.

 

 

 

É isso pessoal a primeira parte do Artigo fica por aqui a parte 2 falará sobre Lâminas, Magia, Regeneração, Super Força e Telecinesia. Sugestões e criticas são sempre bem vindas.

https://www.facebook.com/Rodriigo15

https://www.facebook.com/jonathan.paulino.545

Muito Obrigado pessoal e fiquem ligados aqui no blog.

 

Report – Battle Royal 2017

Fala ae pessoal trazendo hoje um artigo sobre o Battle Royal de 2017. Falando um pouco sobre a experiencia do torneio e do meu deck. O deck que me transformou em um dos caras mais odiados do Jogo kkkkk. Pelo menos fiz o pessoal esquecer o Emissário.

Report.png

Contagem Regressiva

A preparação para o Royal foi bem complicada a duvida pairava sobre mim. Mas a ideia de Deck era esse aqui.

Deck.png

Pensei em um deck pra ter uma mesa bem forte e estava confiante no deck. Mas 2 dias antes um boato sobre combo infinito surgiu. Perguntei para algumas pessoas e em cima do Royal surgiu o deck. Eram dua preocupações na época do Gilgamesh o deck era facilmente counterado por União + Tauma, 2x União na mão e principalmente o cenário Entrincheirados. Como após a errata do Gilgamesh muitas pessoas tiraram união do deck. Na hora do Royal fica pra cima e pra baixa falando com uns amigos perguntando qual deck deveria usar. Por fim o deck que estava montado era o Dano infinito. Então era ele mesmo e vamos ver o que iria acontecer.

Preparação

A ideia do deck foi rolando e se modificando até q cheguei em uma lista, com uma ideia de ter um Draw Advance e forçar o jogo. a lista ficou assim.

Dano.png

Para ter o combo em mesa é preciso ter HDF V3, Heimdall, Groot, Adam, Guerra Civil V2, Adaga, Planos e Reestruturação Simbiótica. Alguns comentários sobre algumas cartas especificas:

Homem de Ferro V1 – Esse cara entrou no Deck pelo simples fato de ser buscável com o Leva e Traz. Como precisava do V3 em cena era só colocar ele embaixo do V1.
Mjölnir – Era um modo de montar a mesa bem mais rápido utilizando menos recursos.
Entrando de Cabeça – A ideia era simplesmente tirar o Taumaturgo e União da mão do adversário, pois se ele tivesse as duas era impossível aplicar o combo (Não parece mais o combo é frágil). Acho que Ben Urich Investiga V2 teria sido melhor.

 

Fase de Combate

1ª Partida – Magia
Como primeira partida não sabia muito como seria o desenvolvimento do deck, abri a mesa bem com personagens de compra e juntei as peças do combo na minha mão. Quando tinha recurso suficiente consegui finalizar a partida.

2ª Partida – Toolbox/ Impeto
Já na segunda rodada enfrento um amigo do RJ e foi sem duvidas uma partida tensa. Nessa partida o combo não encaixou mas consegui uma vitoria bem suada graças as 3 Decisões Extremas que dei na partida.

3ª Partida – Tentáculos
Essa era uma Match muito favorável pra mim, minha unica preocupação é com o Demolidor, mas é por isso que uso Câmara Neutralizadora e Prisão 42. Foi só esperar os pontos e finalizar a partida com o Combo.

4ª Partida – Tentáculos
Nessa partida meu oponente não baixou os 15 pontos na mesa mas consegui matar 1 Emissário com uma decisão e Aprimorando com o Mercenário uma carta dele. Na volta limpo os outros Emissários com o combo. Meu oponente volta com uma mesa boa mas como não tinha Emissário e só faltava 2 pontos para a vitória, foi só matar um Ninja e fechar o jogo.

5ª Partida – Magia/Control
Foi uma partida onde consegui ter ótimas compras e tive uma mesa boa mesa, mas foi uma partida bem suada se não me engano essa partida eu consegui matar uns personagens com o combo mas não finalizei pois tinha proteção. Mas por forte consegui ganhar. Essa foi a partida que a ação do Heimdall me ajudou mais do que nunca.

6ª Partida – NLE
Nessa partida meu oponente não colocou uma mesa forte pois estava com medo do combo. Colocou algumas travas mas eu consegui tira-las com Decisão Extrema e por fim tirei um Fantasma da mão dele com a Gata que viria em um suporte que ele controlava.

7ª Partida – Magia Control
Foi uma Partida tensa pois demorei um pouco mais do que o normal para conseguir as peças do Combo. Mas por fim tudo correu bem usei o Combo pra limpar a mesa e Controlar com os Personagens em mesa.

8ª Partida – Illuminatis/Aliados HDF (Deck Campeão)
Creio que essa foi uma partida atípica meu oponente abriu uma boa mesa porém consegui responder as compras dele com o Pato e nessa hora já iria buscar algo com planos mas ele cancelou. Com essa vantagem logo no Turno 0 consegui montar tudo no meu segundo turno e limpar a mesa. Meu oponente não colocou 15 pontos. Ele precisava de 1 Decisão Extrema pra vender, mas ao ver que as 3 tinham caído nos recursos ele viu que não tinha mais volta.

9ª Partida – Control
Nessa partida meu oponente por saber que meu deck era de Combo não veio para o jogo e eu comprei muito com o Cabelo de Prata nessa partida. Quando vi que ele não viria pro jogo fui baixando os personagens nessa hora não pensava mas em combar e sim em fazer uma mesa forte para ele não ter volta. Foi a opção certa ele já tinha 2 Taumaturgo e nessa hora o Motoqueiro Brilhou na partida. Administrei até o fim e levei a partida.

Consegui passar Invicto nas Rodadas e passo em primeiro para o Top 8.

1ª Partida do Top 8 – Magia 
Acho que fui uma partida na qual não acreditava que iria conseguir ganhar. Meu oponente comprou muitas cartas eu não tinha muito como ir para o jogo. Tinha quase tudo que precisava do Combo na mão, menos o Cenário, a unica coisa na qual não consegui buscar. Então eu só fazia minha contagem regressiva e comprava a do turmo esperando conseguir o Cenário. No minha ultima contagem consigo uma Draw dos Deuses. Finalmente compro o Cenário e monto minha mesa. Meu oponente não consegue voltar e ganho a partida

2ª Partida do Top 8 – Magia
Nessa partida não consegui juntar as partes do combo rapidamente, meu oponente vai buscando suas defesas. Uso entrar de Cabeça para tirar aquela união da mão dele, mas ele volta facilmente com o Dr. Estrano V4, com isso ele mantem o Taumaturgo + a União Inabalável na mão. Tento ir para o jogo com as cartas que tenho sabendo que não conseguiria aplicar o combo. Meu oponente controla muito bem a mesa e sua mão e finaliza o jogo. Foi um jogão mas não deu.

 

As matchs na qual tive um pouco mais de facilidade foram aquelas contra Tentáculo. Pois por ter uma mesa forte me gerava muito recurso e os pontos necessários. Sem duvida alguma as partidas que seriam mais difíceis seriam contra Tropa Nova pois o Centurião com seu texto anula muito bem o o dano das Adagas. Para minha sorte não enfrentei um Tropa Nova durante todo o torneio.

Fiquei muito feliz com meu desempenho no torneio. No suiço consegui passar invicto 9/0 e peguei o 3º lugar na classificação geral.

17

Agora vamos aos agradecimentos,  queria agradecer pela oportunidade de usar a camisa da Smash nesse Royal. Agradecimentos especiais para o Bruno e o Caio os donos da Smash, durante esse tempo ajudaram. Mais uma vez muito obrigado por tudo.

Agradecer também ao pessoal do Rio de Janeiro que sempre veio apoiando uns aos outros. #TeamBiXcoito. Principalmente ao Eduardo Zava pela ajuda com as passagens, acho que sem ele nada disso seria possível #TeamZava e ao Big que foi o cara que criou esse deck comigo sem falar nas horas e horas de treinos.

9

Agradecer também a cada oponente por cara partida nesse Royal, foram sempre partidas muito difíceis e complicadas.

Obrigado também por todos que fizeram parte do evento e obrigado a Copag pela organização e a forma como os Spoilers são revelados é muito maneira.

Por fim sei que muitas pessoas odiaram o fato de um deck de Dano Infinito tenha se saído bem.Não lembro de tanto Rage assim na época do Gilgamesh. Na minha opinião era um deck que com 2 cartas poderia ser counterado e posso ter tido sorte. Sei que muitos torceram para minha derrota, mas quero acreditar que estavam torcendo contra o Deck e não contra a mim. Como eu disse pelo menos o pessoal parou de pedir ban no Emissário kkkk.

 

É isso pessoal espero que gostem do Artigo. Sugestões e criticas são sempre bem vindas.

https://www.twitch.tv/rodriigo15

https://www.youtube.com/Rodriigo15

Muito Obrigado pessoal e fiquem ligados aqui no blog.